Planilhas Google: Uma alternativa gratuita ao Excel e cada vez mais potente

Planilhas Google: Uma alternativa gratuita ao Excel e cada vez mais potente

O Planilhas Google está se tornando cada vez mais parecido com o Microsoft Excel.

No mês passado, o Google divulgou uma grande atualização de seu programa de planilha eletrônica baseado na web. A inclusão das macros foi a atualização mais importante realizada, pois é uma maneira de automatizar tarefas. O Microsoft Excel tem o recurso há mais de uma década. A versão do Google Sheets é similar ao que podemos fazer no Excel.

As macros são extremamente úteis. Se você já teve que repetir a mesma tarefa, como formatar a aparência de uma planilha ou criar o mesmo gráfico de conjuntos de dados semelhantes, usar uma macro pode economizar muito tempo. Em vez de passar pelo processo várias vezes, você pode gravar os passos a serem realizados, uma única vez, e a macro se lembrará do que você fez. Com o clique de alguns botões, você também pode aplicar a ação a um novo conjunto de dados.

Veja um vídeo do Google para explicar como as macros de gravação funcionam no Planilhas Google:

Ao adicionar macros, o Planilhas Google continua a se transformar em uma alternativa viável ao Excel para a maioria dos usuários de planilhas. E, ao contrário do Excel, o Google Sheets é gratuito. O Excel custa R$ 299,00/anual ou R$ 29,00/mensal, na loja da Microsoft, sendo parte de uma assinatura do pacote Microsoft Office. O Planilhas Google é ideal para colaboração, pois o programa foi desenvolvido para facilitar o uso e o compartilhamento on-line.

Ainda assim, para aqueles que usam planilhas para análise ou visualização de dados, o Excel continua sendo superior. O Excel tem mais fórmulas e funções integradas. Tarefas simples, como classificação e filtragem, são mais fáceis no Excel. Também possui mais opções de gráficos. Por exemplo, os gráficos de Gantt e os fluxogramas são incorporados ao Excel, mas precisam ser desenhados manualmente no Planilhas Google.

Diante disso, se você estiver usando macros regularmente, não haverá diferença entre o Excel e o Planilhas Google. Mas, você deveria considerar aprender uma linguagem de programação como R ou Python. Embora essas linguagens sejam complexas, uma vez aprendidas, elas são ainda melhores para a conclusão de tarefas repetidas. Macros de gravação é ótimo. Escrever código é ainda melhor, pode ter certeza.

E você, usa ou já usou o Planilhas Google? O que achou? Conte-nos a sua experiência.

Fonte: Quartz

Deixe seu comentário